Início / Bahia / Prêmio Jânio Lopo de jornalismo. Leo Prates e Téo Senna destacaram o papel da imprensa na cobertura dos trabalhos legislativos

Prêmio Jânio Lopo de jornalismo. Leo Prates e Téo Senna destacaram o papel da imprensa na cobertura dos trabalhos legislativos

Os profissionais de comunicação que se destacaram na cobertura do Legislativo Municipal em 2017 foram homenageados, nesta quarta-feira (20), com o Prêmio Jânio Lopo de Jornalismo, no Plenário Cosme de Farias. A sessão especial foi marcada também pelo relançamento do Selo Castro Alves, com a publicação da 4ª edição do livro “História da Câmara Municipal de Salvador”, de Affonso Ruy.

Foram premiados os jornalistas Victor Pinto (Bocão News) e Ramon Margiolle (Informe Baiano) na categoria internet; Matheus Morais (Rádio Metrópole) em rádio; Henrique Brinco (Tribuna da Bahia), em jornal impresso; e Giana Mattiazzi (TV Bahia), em televisão.

Após parabenizar os profissionais que venceram o prêmio, o presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Leo Prates (DEM), destacou a necessidade de valorizar o papel da imprensa que cobre o dia-a-dia da Casa Legislativa. “Muito feliz em poder participar desse reconhecimento ao trabalho dos jornalistas e dos veículos de comunicação, que se dedicam para cumprir a missão de noticiar. Quem ganha é o povo da nossa cidade”, elogiou.

Autor da resolução para a criação do prêmio e responsável para a retomada da homenagem, o vereador Téo Senna (PHS) também parabenizou os profissionais vencedores. “Estamos muito felizes com a volta do Prêmio Jânio Lopo. É uma honra, para mim, reconhecer o trabalho desses jornalistas. Depois de quatro anos, resgatamos esse prêmio, que materializa, de maneira simbólica, a homenagem à trajetória deste grande profissional, que foi Jânio Lopo”, declarou.

Homenagens / A viúva do jornalista Jânio Lopo, Sueli Lopo, e os filhos Rafael e Janaína também marcaram presença da sessão especial. Janaína Lopo emocionou os presentes no plenário com a leitura do artigo escrito pelo pai em 2004, “Um Homem também Chora”. O texto faz referência ao nascimento da caçula, que tinha apenas 15 dias de vida. Em nome dos profissionais, o jornalista Matheus Morais quebrou o protocolo e destacou a luta pela retomada do Prêmio Jânio Lopo. “Muitos dos grandes exemplos que estão no jornalismo estão aqui. Trabalhamos muito para o resgate desse prêmio, que representa a valorização do trabalho de todos os profissionais. Continuaremos na luta pela informação de qualidade e pela verdade. Aqui somos todos Jornalismo Futebol Clube”, celebrou.

Selo Castro Alves / Sobre o Selo Castro Alves, o presidente Leo Prates prometeu aumentar o número de publicações em 2018. Para isso, desafiou o coordenador do Selo Castro Alves, vereador Sílvio Humberto (PSB) e o secretário de Comunicação da Câmara Municipal de Salvador, jornalista José Pacheco Maia Filho para viabilizarem o desafio. “A missão dada será cumprida. A gente tem o papel de ajudar em publicações, estimular a leitura, e trabalhar para democratizar a educação e a leitura”, pontuou Sílvio Humberto.

Também estiveram na sessão especial as vereadoras Aladilce Souza (PCdoB) e Marta Rodrigues (PT) e os vereadores Alexandre Aleluia (DEM), Demétrio Oliveira (DEM), Kiki Bispo (PTB) e Luiz Carlos (PRB).

Sobre Mathias Jaimes

Leia Também

Lula se mostrou nervoso e violento no RJ: ameaças e ataques ao TRF 4

A quase uma semana de ser julgado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da ...

Deixe uma resposta