Início / Bahia / Neto se diz orgulhoso de revitalização do Farol da Barra: “fizemos em 28 dias”

Neto se diz orgulhoso de revitalização do Farol da Barra: “fizemos em 28 dias”

Um dos principais cartões postais da Bahia, o Farol da Barra ganhou novo gramado, mirante e guarda-corpo, em mais um investimento da Prefeitura visando preparar a cidade para a alta estação que já chegou. As intervenções foram oficialmente entregues pelo prefeito ACM Neto hoje (23), entre o final da manhã e início da tarde. Em solenidade no mesmo local, o prefeito assinou a ordem de serviço para o início das obras de requalificação do Morro do Cristo. “Fizemos essa obra aqui no Farol da Barra em 28 dias. Fico orgulhoso porque lembro como a Barra era até 2013, pois sempre frequentei o bairro para fazer minhas caminhadas e corridas. Muita gente se esquecer que a Barra era escura, insegura, não havia espaço para pedestres e esportivas, nem espaço para as famílias. Tivemos coragem e fizemos a requalificação do bairro. Hoje, pessoas do mundo frequentam este local e encontram essa bela fotografia, que é um dos maiores exemplos da transformação que fazemos em Salvador”, discursou ACM Neto.

Foram substituídos 2,4 mil metros quadrados de grama – da espécie Esmeralda, que se adapta bem ao solo e clima soteropolitanos. A grama é regada de forma eletrônica e programada, e, quando chove, não há desperdício de água. O solo foi rebaixado cerca de 40 centímetros, recebeu adubo e terra vegetal para estar apto ao replantio. Também foi construído uma nova calçada no centro do gramado e mirante na parte traseira do Farol para contemplação. As intervenções abrangem ainda recomposição de pedras portuguesas, guarda-corpos em aço inox, acessibilidade (o mirante tem degraus para as pessoas sentarem) e nova iluminação cênica, com investimentos de aproximadamente R$ 800 mil.

“A Prefeitura fez um trabalho coletivo e integrado aqui que deu muito certo. Esperamos agora que as pessoas ajudem a cuidar da grama, que preservem as intervenções para que elas durem o máximo de tempo possível”, afirmou o secretário de Cidade Sustentável e Inovação, André Fraga. As ações são fruto de um trabalho em conjunto da Secis e das secretarias municipais, de Ordem Pública (Semop) e da Superintendência de Conservação de Obras Públicas (Sucop), além da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). Todo o trabalho foi executado sob a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por se tratar de monumento tombado.

Sobre Mathias Jaimes

Leia Também

Lula se mostrou nervoso e violento no RJ: ameaças e ataques ao TRF 4

A quase uma semana de ser julgado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da ...

Deixe uma resposta