Início / Cultura / Ademar, Zé Paulo, Zé Honório e Robson Moreira apresentam Axé 4rever no Pelourinho

Ademar, Zé Paulo, Zé Honório e Robson Moreira apresentam Axé 4rever no Pelourinho

Quatro amigos ligados pelo axé music. Ademar Furtacor, Zé Paulo, Zé Honório e Robson Moreira apresentam o Axé Forever. O projeto trará ao palco canções clássicas do inicio do estilo musical. A abertura acontece no próximo dia 15, a partir das 19h, no Largo Tereza Batista, Pelourinho. No repertório, sucessos do início do Axemusic nos anos 80 e 90.

Durante os shows, cada cantor escolhe as suas três melhores músicas. Na apresentação, aberta à participação espontânea de outros, as músicas serão cantadas com os quatro no palco. Histórias pitorescas do passado destes artistas entremeiam as músicas, levando o público ao riso fácil. Os cantores são acompanhados pela Banda Furtacor que é formada por Carlinhos Boca (guitarra solo), Raimundo Nova (guitarra base), Victor Matheus (violão), Fábio Rocha (baixo), Ala Andrade (bateria), Joceval Santana (percussão), Citnes Dias (percussão), Davison Biola (teclados) e César Túlio (teclados). A Produção artística é de Sergio Almeida, Henriqueta Alvarez cuida da produção executiva e marketing e André Alfano da produção administrativa e financeira.

Ademar Furtacor: Aos sete ganhou o concurso de programa de calouros no Pero Vaz onde residiu a maior parte de sua infância e adolescência. Foi regente do coral com dezoito anos, passou pra igreja da Lapinha onde foi descoberto e convidado a tocar numa banda de baile chamada Os Venenos. Fundou a Banda Furtacor em 83 tocando nas ruas de Salvador. Em 1987 transferiu-se para o Frenesi onde lançou seus maiores sucessos “Negra dourada”, “Amor e Laser” e “Frenes”, e tornou-se produtor e arranjador de vários artistas baianos.

Zé Honório: iniciou sua carreira musical em 1981, na cidade de Itabuna (Ba) como vocalista da banda de baile Tropical Music. Em 1984 foi convidado para cantar no carnaval de Salvador na Banda Furta Cor – Bloco Papa-Léguas. Durante sua trajetória no carnaval de Salvador, passou também pelas bandas Maracatu Eletrônico com o Bloco Traz a Massa, Papa Léguas e Tapajós. Foi eleito o melhor cantor de trio do carnaval de Salvador e gravou a música “Sabor de Pecado” na Coletânea Bahia, carnaval e cerveja. Em 1990 montou sua própria banda.

Robson Morais: Em 1985 tem início a sua carreira em bares, casas noturnas e logo ingressando em trios elétricos. Depois de ser convidado a participar da Banda Mel, em 1991 recebeu o prêmio de Cantor Revelação do Carnaval e “Prefixo de verão” melhor música. No ano seguinte levou o Prêmio de Cantor Revelação do I Troféu Dodô e Osmar e “Baianidade Nagô” melhor música do carnaval, e ainda “Melhor Banda” para Banda Mel. Atualmente tem em seu histórico a participação nas homenagens em comemoração aos trinta anos do axé com diversos artistas.

Zé Paulo: O trabalho musical de Zé Paulo, com suas performances e inegável talento impressionaram o emblemático apresentador de TV, Chacrinha, que o convidou para gravar a música “Fricote da Terezinha”. Daí para frente Zé Paulo emplacou sucessos como “Rala o Pinto”, “Feijão com arroz”, “Barriga Vazia”, “Dança do Xenhenhem”, e “O amor é lindo” (Olodum nº 1). Na discografia, 13 CDs, sendo quatro ao vivo. Zé Paulo é cantado no Sul, Sudeste, Norte e Nordeste.

Sobre Mathias Jaimes

Leia Também

SOJA e Natiruts neste sábado em Salvador

Um apresenta o Poetry in Motion” e o outro “Índigo Cristal”. SOJA e Natiruts estarão ...

Deixe uma resposta